terça-feira, 4 de junho de 2013

Jipe Agrale Marruá do Exército capota e dois soldados morrem na BR-471

Jipe Agrale Marruá


Um Jipe Agrale Marruá do Exército Brasileiro capotou na Rodovia BR-471, no km 518, entre Rio Grande e a Reserva Ecológica do Taim, por volta das 8h deste domingo. Dois soldados do Exército Brasileiro morreram no acidente, segundo o tenente-coronel Rubem Mendes da Costa Neto, assessor de Comunicação da Operação Ágata no sul do Brasil.

Além das duas vítimas fatais, sete pessoas ficaram feridas e são atendidas na Santa Casa do Rio Grande. Três militares estão em estado grave - dois com traumatismo craniano e outro com fraturas - e os outros quatro têm lesões e escoriações. A pedido do Exército Brasileiro, os nomes dos militares mortos não foram divulgados porque as famílias ainda não foram comunicadas.

O comboio, que incluía dois caminhões e um Marruá, espécie de jipe com cabine estendida, ia de Rio Grande para o Chuí. O veículo acidentado, que pertence ao 18º Batalhão de Infantaria Motorizado, com sede em Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, seguia com nove militares.

No local, há marcas de freagem no asfalto e manchas de óleo deixados pela viatura do Exército. O veículo tombou no lado direito da rodovia e capotou por motivo ainda desconhecido.

O grupo trabalha na Operação Ágata 7, que abrange toda a fronteira brasileira com os dez países sul-americanos e inclui 25 mil militares e agentes das polícias federal, rodoviária federal, militar e de agências governamentais. É a maior mobilização já realizada pelo governo brasileiro no combate aos ilícitos entre Oiapoque (AP) e Chuí (RS). Durante a mobilização, militares trabalham para combater os principais crimes transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, contrabando de veículos, imigração e garimpo ilegais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...